Socialização do Sistema Nacional de Etiquetagem e Requisitos dos Equipamentos Elétricos

A formação destinada aos actores diretos no Sistema Nacional de Etiquetagem e Requisitos dos Equipamentos Eletricos, arrancou na tarde de segunda-feira, 30 de setembro, com uma sessão Magna, que contou com a presença do Diretor Nacional de Indústria, Comercio e Energia, Eng. Rito Évora.

 

No discurso de abertura da sessão o Diretor frisou que o objetivo do programa é promover essencialmente a consciencialização dos cidadãos e levá-los a fazer escolhas eficientes e amigas do ambiente, alertou que estes devem ter em mente que o investimento feito inicialmente só tem um retorno “visível” após 1 ano.

 

A formação decorrerá de 01 a 08 de outubro de 2019, tendo como objetivo esclarecer os impatos da implementação deste programa (SNEREE) e os novos regulamentos de eficiência energética a ser adotado a partir de 1 de janeiro de 2020. E,  como propósito de informar sobre as diferentes responsabilidades das várias entidades intervenientes no processo da cadeia de valor dos equipamentos  desde da importação até a distribuição e comercialização.

Participam da formação várias instituições do sector de Indústria e comércio, nomeadamente Fabricantes e Fornecedores de Equipamentos Eléctricos, Importadores, Distribuidores e Comerciantes, Direção das Alfândegas, Instituto Nacional da Qualidade e Propriedade Intelectual (IGQPI), Inspeção-Geral das Atividades Económicas (IGAE), o Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI), Associação Defesa dos Consumidores (ADECO) e as Direções de Serviços de Comércio e Indústria.

 

De referir que o SNEREE foi aprovado no âmbito do Projeto de Eficiência Energética em Equipamentos e Edifícos (PEEE) conta com importantes parceiros estratégicos como a PNUD e GEF. 

 

 

snreee6

 

snreee4

 

snreee1

snree7

snree9